Meredith Vieira diz que encontrou o sexismo em '60 minutos '

A jornalista de televisão Meredith Vieira, que trabalhou na CBS, ABC e NBC, disse que encontrou o sexismo quando trabalhou no programa da CBS News “60 Minutes”.

Falando na segunda-feira em um painel da turnê de verão da Television Critics Association em Los Angeles, Vieira foi questionado sobre o artigo de Ronan Farrow no The New Yorker, no qual seis mulheres acusam a executiva-chefe da CBS, Leslie Moonves, de má conduta sexual.

“Eu vou ser totalmente honesto: eu não li a peça”, disse Vieira, que estava promovendo seu programa da PBS como “Great American Read”. “Eu estive aqui filmando um piloto. Eu sei um pouco sobre isso, então eu não quero errar ”.

Ela acrescentou: “As pessoas conhecem minha história da CBS, minha vez em '60 Minutes '.”

“Acho que houve sexismo, com certeza”, disse Vieira a repórteres, segundo a TV Newser. “Eu nunca fui assediado por si só, mas foi difícil durante esse tempo, particularmente naquele programa, navegar no seu caminho como uma mulher que não seguia a linha do partido. Mas eu pessoalmente nunca experimentei nada próximo ao assédio. ”

Viera foi um correspondente no programa de 1989 a 1993 – antes de Moonves se juntar à rede. Ela foi demitida quando ela estava grávida de seu segundo filho e perguntou se ela poderia trabalhar a tempo parcial, em vez de tempo integral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *